As normas ISO são feitas pela Organização Internacional de Normalização, International Organization for Standardization (ISO).

A ISO foi fundada em 1946 e tem a sua sede em Genebra, na Suíça. É formada por representantes de 164 países e tem como principal objetivo promover o desenvolvimento de normas, impulsionando o comércio de bens e serviços. Noutras palavras, serve para normalizar a utilização de produtos e serviços, fazendo o uso de normas que visam melhorar a qualidade.

Entre os tipos de classificações da ISO, encontram-se: Normas Técnicas; Classificações; e Normas de Procedimento.

A importância do Sistema de Gestão da Qualidade

A aplicação do Sistema de Gestão da Qualidade é importante e necessária em todas as áreas da atividade empresarial, independentemente do tamanho, a localização ou o tipo de atividade que o negócio desenvolve. Isso porque a norma visa estabelecer requisitos para a qualidade de processos e produtos.

A importância da implantação do sistema de Gestão da Qualidade, encontra-se nos benefícios que a empresa vai receber, como aumento nos controlos dos processos operacionais ou redução de custos e desperdícios, entre outros. Dessa forma, a empresa ainda se destaca da concorrência e alarga a sua participação no mercado.

A ISO 45001

A norma ISO 45001 foi publicada em março de 2018, e define padrões internacionalmente reconhecidos para Sistemas de Gestão da Segurança e Saúde no Trabalho (SGSSO). Esta norma substituiu as orientações da norma OHSAS 18001/NP 4397, e é compatível com as normas ISO 9001 – Sistemas de Gestão da Qualidade e ISO 14001 – Sistemas de Gestão Ambiental, permitindo assim com facilidade a sua integração.

Um Sistema de Gestão da Segurança e Saúde Ocupacional é um elemento fundamental na estratégia de gestão do risco organizacional.

A norma define as empresas contratantes como organizações externas que proporcionam serviços a outra organização no local de trabalho, de acordo com as especificidades, termos e condições acordados. Como local de trabalho devemos entender o local sob o controlo da organização – empresa – onde uma pessoa precisa estar ou onde precisa ir por razões de trabalho.

Este sistema, devidamente implementado e mantido, permitirá às organizações minimizar os riscos dos seus colaboradores e proteger a sua força de trabalho, o desenvolvimento contínuo da sua política e objetivos, cumprir os requisitos legais e a monitorização e melhoria das suas atividades e processos para a segurança e saúde no trabalho.

Vantagens da implementação e certificação ISO 45001
  • Diminuir o risco de ocorrência de acidentes de trabalho e doenças profissionais;
  • Redução das baixas médicas e consequente diminuição do absentismo;
  • Cumprimento com a legislação aplicável;
  • Redução de custos: acidentes, quebras de produção/serviço, paragens, seguros e indemnizações;
  • Melhoria das condições de trabalho, satisfação dos colaboradores e aumento da produtividade;
  • Melhoria da imagem;
  • Possibilidade de certificação e consequente diferenciação no mercado e sociedade. Atracão de possíveis investidores;
  • Acesso a novos mercados em que atuam clientes com exigências para a segurança do trabalho.

Para cumprir com a ISO 45001 torna-se necessário implementar ao mesmo tempo um processo eficaz de Gestão Documental e desta forma prevenir os riscos no trabalho. Coordenar os centros de trabalho com as várias empresas subcontratadas que tem a sua empresa é fundamental na atualidade.

Por isso, com o objetivo de controlar o risco da sua atividade e melhorar o seu desempenho e imagem, muitas organizações já implementaram um Sistema de Gestão da Segurança e Saúde do trabalho segundo a norma ISO 45001.

Atualmente, implementar um sistema focado na prevenção de riscos profissionais e promover a saúde e a segurança ocupacional será uma mais-valia para qualquer organização.

*Um novo manual, publicado em setembro de 2020 conjuntamente pela ISO e pela Organização das Nações Unidas para o Desenvolvimento Industrial, fornece orientações adicionais especificamente às pequenas organizações sobre a implementação da ISO 45001. (Fonte: www.iso.org)